quinta-feira, 12 de junho de 2008

Feliz Aniversário Mano, Parabéns Sport

Mano Menezes fez aniversário, e quem assoprou as velinhas foi o Sport.
Num bom jogo de futebol, a final da Copa do Brasil, foi emocioanente.O clube pernambucano pressionou e conseguiu o resultado favorável no primeiro tempo e o Corinthians não teve forças de reação.
O técnico do Timão querer culpar a arbitragem é lamentável.Tudo foi decidido de forma honesta e dentro das quatro linhas.O leão do norte mereceu e muito por tudo que fez ao longo da competição.Nunca um time enfrentou e derrotou tantos advesários de tradição como fez o Sport este ano, juntando so títulos nacionais de Palmeiras, Internacional, Vasco e Corinthians, somam-se 15! É muita coisa o que o time pernambucano fez para ser acusado de favorecimento pela abirtragem.Faltou ao Corinthians jogar mais, ser mais agressivo, arriscar mais, enfim ser mais Corinthians.
Não cabe por tanto o chorô de Mano.Parabéns Mano Menezes pelo aniversário e a reerguida que você deu ao time do povo em tão pouco tempo de queda para a série B, mas aceite o bolo oferecido pelo time pernambucano, assompre as velinhas e faça um pedido para o seu próximo anos de vida.

5 comentários:

Patrícia Gomes disse...

Não dá pra aceitar esse "BOLO" de sabor amargo e complicado de digerir.

Gostava mais quando essa festa era apenas com "UVAS VERDES".

Renato Cordoni disse...

Bom texto Fernando.

É óbvio que a equipe do Corinthians jogou muito mal, esse título é do Sport por merecimento. Já o Mano Menezes, não tem tanta culpa, parabén a ele pelo aniversário e por ter ressussitado o time do Corinthians.

Manuela disse...

uhauhahuauhauhauhahua parabens pro mano hahahahahahaha
Da-lhe Sport.
Os gamba axaram q ja tava tudo ganho..agora vao xorar na cama q é lugar kente huauhahuahuahuhuaahu

Rodrigo disse...

O que dizer...................
Bem................
Hãaaaaaaa...........
Bem, nada a declarar....., mas, eu avisei.......
Viu Paulo........kkkk


abraço

Rodrigo Cezzaretti

Tiago Araújo disse...

Carlinhos Ballack gênio , sem mais!